sexta-feira, 4 de setembro de 2009

TERRAS DO MUNDO

PARQUE URBANO

10 comentários:

£oµ¢o Ðe £Î§ßoa 4:46 da tarde  

Hummm... deixa cá ver.
Restelo? Se não é, existe um que se parece.

Até............................

Manuel da Mata 6:26 da tarde  

É no Parque Urbano de santa Iria de Azóia.

Alex 10:53 da tarde  

«O mundo é um moinho ...»

Manuel da Mata 9:59 da manhã  

Bela metáfora, minha amiga!

mj 12:33 da manhã  

Não sei se o mundo é moinho.... talvez, Alex!
Hummmmm.... Há moinhos que fazem parte do nosso pequeno/grande "mundo"!
Bela fotografia, Manel!
Deixo este... http://www.youtube.com/watch?v=EILGJ-sSmuQ

Beijinhos
MJose

Céu Vieira 12:12 da tarde  

Linda foto...
Parabéns
Bj

Mαğΐα 11:41 da tarde  

Ainda sou do tempo em que esse parque urbano era um vale cheio de mato e oliveiras que mais tarde mudou de identidade: transformou-se num chamado Aterro Sanitário que mais parecia uma lixeira a céu aberto que aos poucos se foi enchendo também de bandos de gaivotas bandos que ali encontravam repasto.

Será que esse Moinho Novo é uma "homenagem" ao seu vizinho, o Moinho Velho?

Manuel da Mata 12:06 da manhã  

Pois, no sítio da lixeira está agora um magnífico Parque Urbano - sei que me estou a repetir-, que poderá ser um espaço agradabilíssimo no futuro.
Era bom que a sua arborização fosse mais efectiva, porque ainda tem poucas sombras. No entanto, já permite a prática de alguns desportos e tem um circuito de manutenção.
Abraço a todos.

PS- Olá, minha amiga Maria José!

João de Sousa Teixeira 2:11 da tarde  

Ou seja: onde Sancho vê moinhos, eu vejo marcos do correio...

Abraço
João

Manuel da Mata 3:49 da tarde  

Só os poetas sabem tresler as obras.
Se me sair o euromilhões, compro uma pequena ilha para ti, Sancho!
Abraço.

  © Distributed by Blogger Templates. Blogger templates Newspaper III by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP