terça-feira, 19 de outubro de 2010

Mordendo a lua

6 comentários:

Filoxera 9:00 da tarde  

Inspirada...

(e inspiradora)

E a música, foste tu?
;-)

IMaria 9:36 da manhã  

uma foto diferente e bonita. tem o azul do céu e mar que gosto e me preenchem as horras tristes.

bom dia

© Piedade Araújo Sol 12:31 da tarde  

azul e mais azul e a lua a rir...

Alex 9:45 da tarde  

é uma risonha:)

Filoxera 7:04 da tarde  

Escrevo e apago. Crio e destruo.
Estou nula de palavras e quase amuo.
Não me agrada o que sai desta névoa de mim.
Queria abrir o coração, mas fico assim…
No céu, a Lua cheia que me incita
- Essa mesma Lua que me grita -
“Deixa-te de mágoas, goza a liberdade!”
E eu, estúpida, a afundar-me em saudade.
Estivesses tu aqui, comigo, mana minha
E outra seria a história desta ladainha
Assobiando juntas mais que o vento,
A conversa voando nas asas do sentimento.
De luz apagada, assomávamos à janela
Espreitando a vida que existe, paralela
À que cá dentro nos atormenta por vezes
Na nostalgia típica dos portugueses.
Mas tu não estás, e eu quedo-me, escutando
Os acordes de piano que se vão libertando
Do cd que me embala a alma vazia, nua
Lembrando a noite em que mordemos a Lua.

(eu tinha comentado: inspiradora..)

  © Distributed by Blogger Templates. Blogger templates Newspaper III by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP