domingo, 12 de dezembro de 2010

A MINHA VELHA SMITH-CORONA

QUANTOS MILHÕES DE PALAVRAS?

7 comentários:

Alex 11:59 da manhã  

Linda !!!!!!!!!!!!!!!!!

Alex 12:00 da tarde  

Não imagina o alívio quando voltei a carregar e ... apareceu !

Filoxera 12:09 da tarde  

O meu pai escrveia tanto à máquina que um dos vizinhos, ao vê-lo pela janela, julgava que ele era jornalista ;-)

Manuel da Mata 12:41 da tarde  

Alex,

Eu não senti absolutamente nada. Quando cheguei a casa entrei e como entrei... De manhã também tinha tido essa surpresa, mas dei-a de barato.

Manuel da Mata 12:44 da tarde  

FILO,
E podia ser jornalista ou correspondente comercial ou escritor ou tradutor ou simplesmente dactilógrafo. Beijinho

IMaria 6:52 da tarde  

e som que cada letra cantava quando lhe imprimiamos o nosso impulso...uma cantata quando eram várias ao mesmo tempo...
e foi numa dessas máquinas que fiz a minha prova de dactilografia para entrar para a função pública....éramos muitos, trem, trem, plim,, muda de linha, trem, trem, trem,...pim;....
parece que foi hoje!

  © Distributed by Blogger Templates. Blogger templates Newspaper III by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP