terça-feira, 31 de maio de 2011

Criar amizades hoje em dia não é tarefa fácil.



Sou o Gaspar, tenho 4 anos, pedigree de altíssima qualidade, boa aparência, muito educado, excelente sentido de humor, simpático, divertido, amigo do seu amigo e de bem com a vida. Tenho casa individual com ar condicionado, muita privacidade e bastante área de lazer para partilhar.
Procuro cadela da mesma raça, com pedigree (misturas não está com nada), idade e características idênticas, que ladre pouco, afável, virgem (eu idem, aspas, igualmente), que goste de conviver e passar ótimos momentos, pois a vida não é só dormir.

Se for o teu caso, estou aqui para ti!

17 comentários:

Manuel da Mata 7:38 da manhã  

E como te dás, Gaspar, com os teus irmãos rafeiros. Eu dou-me bem com os meus irmão pretos, amarelos e peles-vermelhas. :)
Paresce-me simpático, Gaspar.

£oµ¢o Ðe £Î§ßoa 9:08 da manhã  

Olá Mata, dou-me bem com pretos, amarelos, peles vermelhas, pálidas e afins, mas melhor com irmãs que me podem proporcionar uma prol que quando pequenos são autênticas bolas de pelo.

Opáááhhhh... gostava tanto disseminar por aí os meus genes!!!

Enfim, ando um oferecido...

Alex 9:24 da manhã  

Tive um boxer que se apaixonou pela cocker que vivia em frente. Passava os dias ao portão, com o focinho enfiado nas grades e a suspirar, e ela lá do outro lado, sentada ao portao a vê-lo.


Um dia, aprendeu a saltar o portão (ela) e vinha "brincar" com ele. Corriam à volta da casa, bebiam da mesma água, comiam da mesma tijela e foram crescendo juntos.


Foi uma paixão assolapada.

O teu cão é LINDO!

£oµ¢o Ðe £Î§ßoa 10:03 da manhã  

Snifff... agora comoveste-me :-(

Alex 10:08 da manhã  

mas eu nem te contei a parte triste da história ...

£oµ¢o Ðe £Î§ßoa 10:21 da manhã  

Sou assim, mui sensivel! :)))

Alex 10:46 da manhã  

Um dia conto-te a história pessoalmente, para te ver os olhos a brilharem :))

Alex 11:33 da manhã  

Tás louco ?? :/

Alex 11:34 da manhã  

ahhhhhhhhhhhhhhhhh gosto da música!!!!!

£oµ¢o Ðe £Î§ßoa 2:24 da tarde  

A música é o reflexo do dia que se celebra (económicamente) hoje.

Anónimo,  7:01 da tarde  

E então qual é a parte triste da historia?
Fiquei curioso . . .
Leceia

Alex 9:27 da manhã  

(Continuação da história de amor entre um boxer e uma cocker)



A cocker era uma cadela de caça. Um bom cão de caça, ao que sei.

Enquanto eles foram "miúdos" só queriam brincar, gostavam era de correr, tropeças um no outro, dormir a sesta à sombra, enfim.

MAS, chegada a idade adulta, começa a etapa de acasalamento e o dono da cocker, não querendo correr riscos, fechou a cocker nas traseiras da casa e ela nunca mais foi vista.


O boxer passou dias ao portão, à espera mas ela não apareceu.


O triste nisto, é que o boxer nunca soube porque é que ela não aparecia. Como é que ele ia saber que a cocker estava "trancada" numa casa feita de pedra e arame.

£oµ¢o Ðe £Î§ßoa 7:23 da tarde  

Por essas e por outras é que eu construi um coração de pedra :-/

Alex 12:20 da tarde  

Não se pode amar.

  © Distributed by Blogger Templates. Blogger templates Newspaper III by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP