sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Colhe todo o oiro



Colhe
todo o oiro do dia
na haste mais alta
da melancolia.
.
o poema é de Eugénio de Andrade

3 comentários:

Braulio Pereira 11:16 da manhã  

lindo..

suave e doce maresia

obrigado.


bom fim de semana.


beijo!!

BRANCAMAR 9:42 da tarde  

Lindo este poema e diz-me tanto! Tenho-o manuscrito pelo próprio, na dedicatória de um dos seus livros.

A Fotografia é belíssima. Parabéns.
Beijos
Branca

Alex 5:06 da tarde  

O poema é lindo, como aliás são todos os poemas de Eugénio de Andrade, mas ____ a tua foto não fica atrás.

Gosto muito daquele em que ele rouba todas as rosas dos jardins.

  © Distributed by Blogger Templates. Blogger templates Newspaper III by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP